Perguntas Frequentes sobre Rosácea

1

Quem é mais propenso a desenvolver rosácea?

A causa exata da rosácea não é totalmente conhecida, embora exista uma componente genética muito forte. Costuma surgir em mulheres entre os 30 e aos 50 anos, com a pele clara.

Os fatores ambientais também podem potenciar o seu aparecimento, nomeadamente, a exposição solar, a ingestão de bebidas quentes, alimentos picantes, a prática de exercício físico, o uso de cosméticos não adaptados a um tipo de pele sensível, entre outros. 

2

Quanto tempo permanece a rosácea na pele?

A rosácea é uma patologia cutânea crónica. Nalguns casos, surge e desaparece após algum tempo. Noutros, é persistente e permanece durante anos. Não existe uma cura, mas vários tratamentos ajudam a controlar e reduzir os sintomas e as manifestações pouco estéticas na pele do seu rosto.

3

Como é feito o diagnóstico da rosácea?

A rosácea é diagnosticada por um médico dermatologista com base na aparência da pele. Não existe um teste específico para despistar esta condição cutânea. Os sintomas e sinais mais frequentes são: vermelhidão facial, inchaço localizado e vermelho na pele, nariz aumentado e problemas oculares.

4

A rosácea está associada à acne?

Não, são duas patologias totalmente distintas. A rosácea só afeta o rosto, enquanto a acne surge também nas costas e no peito.

Enquanto a rosácea está relacionada com uma dilatação dos vasos sanguíneos do rosto, a acne encontra a sua causa num distúrbio das glândulas sebáceas. No entanto, alguns pacientes podem ter rosácea e acne em simultâneo.

5

Devo evitar comer algo ou alguma atividade em concreto para minimizar a rosácea?

A aplicação de protetor solar é uma das principais medidas preventivas para evitar uma crise de rosácea. Procure zonas com sombra e evite a exposição solar nas horas de maior calor – durante o ano inteiro.

Existem outros fatores desencadeantes que devem ser evitados, tais como: permanência em locais muito quentes (saunas, banhos turcos, etc.), o consumo de alimentos picantes e o excesso de bebidas alcoólicas. Os corticosteróides tópicos devem ser evitados porque exacerbam a rosácea.